quarta-feira, 24 de junho de 2009

Águas passadas

Estive pensando hoje, em como a relação com ex-namorados(as) podem ser diversa. Alguns reagem bem, se reinventando e assumindo novos compromissos, ou seja, te têm como amigo e assim permanecem serenos. Outros acabam definhando e perdendo o rumo transformando-se em indivíduos superficiais e, por que não, pervertidos. Há aqueles que aparentam se transformar... Compram novas roupas, mudam o cabelo, se pudessem mudavam de cor. Isso acontece em função de quererem se readaptar, se reestruturar, porém, isso muitas vezes não é possível. Esse tipo de pessoa acaba se estragando e perdendo tudo aquilo que anteriormente tinha de bom; por conseqüência de não amar a si próprio, não ama mais ninguém e está fadado à solidão. Por isso digo aos amigos que tenho passando por momentos assim: “bola para frente!”, esqueçam o passado e partam para outro relacionamento; nada como um grande amor para esquecer outro. Às pessoas que já namorei, peço: “não percam o que tinham de bom, pois do contrário ninguém mais verá a beleza que vi em vocês”.

Lucas Rodrigues

3 comentários:

Luiz Felipe disse...

Lucas, querido amigo!
Novamente, muito bom esse post. Conseguiste reproduzir em palavras tudo aquilo que penso e estou vivendo atualmente. Tuas palavras são de uma veracidade que saltam da tela do computador e retratam o cotidiano perfeitamente. Me identifiquei com o texto e o mesmo serviu de ânimo para enfrentar a nova realidade que surge quando terminamos um relacionamento. Um abraço.

Lucas Rodrigues disse...

Obrigado Luiz Felipe,
Espero que goste dos próximos.
Um abraço!

brindes disse...

É Lucas, bola pra frente! Precisamos deixar as águas passarem!

Fábio

Postar um comentário