quarta-feira, 17 de junho de 2009

Biblioteconomia Inteligente

Discute-se muito a questão dos tipos de Biblioteconomia que acabamos exercendo no mercado do trabalho. Evidentemente, carregamos muito daquilo que aprendemos em sala de aula. Muitos resistem a chamada Biblioteconomia Tradicional, voltada ao acervo e todo a aquele paradigma da Idade Média, custodial, onde o livro é tido como um “tesouro” e nós bibliotecários somos os guardiões dessa riqueza. Todos sabemos que hoje os tempos são outros, mas muito desse paradigma custodial ainda vive. Nos apossamos das unidades de informação chamando de “nossas bibliotecas”, isso é comum. Porém, há pessoas que começam a pensar além do paradigma pós-custodial, voltado ao usuário. Uma dessas vertentes é a Biblioteconomia Inteligente. Pouquíssima explorada até agora. Pensa em uma biblioteca voltada, não ao usuário, mas sim a demanda de informação dele. Biblioteconomia Inteligente tem esse nome, pois prevê a demanda com antecedência e atende com rapidez a necessidade. Um tipo de bibliotecário que planeja, pensa e age antecipadamente e que está na vanguarda da Ciência da Informação.

Lucas Rodrigues

0 comentários:

Postar um comentário