segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Bater de Asas

Senhoras e senhores, desta vez a Fênix não foi abatida, porém sentiu-se usada, diga-se de passagem. Contudo, com um bater de asas, esta ave que vos fala, vai voar sobre montanhas mais seguras a fim de encontrar o verdadeiro amor... Dói, é verdade... Mas me sinto aliviado. Paz no coração, mesmo após o fim. Esperava escrever algo mais feliz, pois estamos entrando numa época que adoro, porém não me imagino falando de Natal hoje. Não estou reduzido a cinzas, quem dirá em lágrimas, como se pode pensar. As “borboletas no estômago” que me traduziam ansiedade, agora se foram... Um novo horizonte se abre nesse quase início de ano. Que seja eterno enquanto dure esse novo amor... que dure para sempre!
.
Lucas Rodrigues

0 comentários:

Postar um comentário