terça-feira, 10 de agosto de 2010

Já pensando no TCC

Como a maioria já sabe, na Biblioteconomia, meu interesse é voltado à área de gestão e administração avançada. Entretanto, como algumas vezes já comentei no blog, alguns mestres e alunos pobres de espírito (¬¬) acham que a gestão não é importante na nossa função e dão mais espaço para disciplinas técnicas, muitas vezes chatas, irritantes e, a meu ver, sem fundamento. Acredito que esse seja um dos motivos por não formarmos líderes na universidade, em especial no meu curso. Justamente é o que pretendo estudar no meu trabalho de conclusão em 2011. Quais são os motivos que levam os profissionais bibliotecários a serem em sua maioria apáticos e com medo do mundo que os aguarda? Quais são os eventos que colaboram para isso? Por que a universidade não faz o papel a que se propõe: Formar gestores competentes? Por quê? Visto que, pretendo entrevistar, conhecer e comparar opiniões dos profissionais do setor público e privado. Acho que será um bom trabalho, tendo em vista que terei nada menos que Helen Rozados e Jussara Santos como madrinhas, não é demais? Aguardem.

Lucas Rodrigues

3 comentários:

Vinícius, o Mitto. disse...

Queridão...
Posso dar uma dica? Eu nãoo recomendo a ninguém usar o termo "profissional...".
Sabe pq? Parece auto-afirmação ou até redundância.
Se existe um curso que forma pessoas em determinada área, obviamente (ao meu ver ao menos) eles são profissionais!
Até pq eu nunca vi nenhum engenheiro, médico, advogado escrever: "o profissional médico"...
Nem todo mundo concorda comigo, mas continuo pensando assim.
Bjsssss

Everbob disse...

Nesse caso... eu concordo também!! "Pofissionais bibliotecários", se são bibliotecários, são profissionais!!

Hahahahahahahaha!!

Hello, Zana!! I'm Here!! kkkkkkkkkk!!

Abs!!

Lucas Rodrigues disse...

É o mesmo que usar nos juramentos de formatura "a pessoa humana"... Existe pessoa animal? (Na verdade existem... XD) Mas não é errado colocar dessa forma.

Lucas Rodrigues

Postar um comentário