quinta-feira, 5 de agosto de 2010

O Amor é um Campo de Batalha

Assim como já dizia a música dos anos 80 de Pat Benatar: o Amor é um Campo de Batalha (Love is a Battlefield). Só venho concordar com ela hoje, pois no amor, assim como na guerra tudo pode acontecer. Um dia se vence, no outro se perde... Depende de nós resistirmos e continuar nesse campo até que a batalha termine. No fundo todos nós queremos sair sãos e salvos dessa “guerra do amor”, mas sabemos que isso não é possível, é difícil sair ileso. Todo final de relacionamento dói, afinal de contas, se não deu certo foi por motivos de ambas às partes envolvidas. Posso dizer que perdi a minha última batalha... E sinceramente, não aguento mais perder as lutas. Sei que a guerra está longe de terminar, pois sou jovem, não sou tão feio (sou até ajeitadinho), ainda tenho tempo e força para procurar mais um pouco. Agora espero que o jornal de fofocas “Fabicano” se acalme com essa postagem: vocês por acaso querem um pedaço de mim? (¬¬).

Lucas Rodrigues

0 comentários:

Postar um comentário