quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Poluição Política

É está chegando o dia das eleições, e como sempre, vou defender o direito e o dever de votar, pois afinal de contas é nosso futuro que está em jogo. Entretanto, a postagem de hoje é para revelar minha indignação com relação à sujeira e o entulho provocado pela propaganda política nas ruas. Sinceramente, acho que deveriam ser proibidas as malditas “plaquinhas” que ficam no chão ou lado das ruas, estradas e etc. Da mesma forma que as placas que ficavam presas aos postes, estas que ficam no chão poluem visualmente e dão muito trabalho para serem recolhidas após o pleito. Acredito que deveriam ser proibidas essas manifestações de propaganda, pois com as ventanias de final de inverno esses artefatos se espalham, rasgam, vão parar dentro dos rios, arroios, batem nos carros, enfim... Péssimo! Que inventem outras formas de mostrarem seus números de candidatos, porque afinal de contas (pensando como publicitário agora), não acho muito efetiva essa abordagem suja e mal aproveitada de recursos. Usem mais bandeiras, pintem mais muros e concentrem-se em, no máximo, nos panfletos. Essa é minha sugestão.

Lucas Rodrigues

3 comentários:

Marcia Kupo disse...

apoiado! tenho horror desse tipo de propaganda suja... a ipiranga tá uma vergonha, pq com o vento as placas caem aonde? No arroio, lógico... >.<

o pior é que as placas sao permitidas por lei, mas a mesma lei prevê que elas devem ser recolhidas ao fim do dia e só voltem a ser expostas na manhã seguinte. JURA que algum desses políticos escrotos cumpre a lei, né...

Leonardo disse...

Concordo também, o maior exemplo, como a Márcia disse é a Ipiranga... Por mim nem precisava dessas placas, tem horário político prá quê?

Beijo,
Léo

Lucas Rodrigues disse...

Não sabia dessa história dos candidatos terem que recolher as placas no final do dia... Ele não recolhem nem no final da campanha, sempre sobre para o pessoal do DMLU. ¬¬

Postar um comentário