quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Jornais Eletrônicos e sua importância

Assim como a área da informação tem sofrido uma considerável expansão, a área afim, a comunicação também tem expandido. Isso não somente no que diz respeito à tecnologia e suas inovações, mas também nas mudanças de paradigma subsequentes. Uma delas é a implantação e consagração do Jornalismo on-line que revolucionou a maneira de divulgação de notícias. Contudo, assim como na área livreira, onde se pensava que com o surgimento dos livros eletrônicos, os livros impressos seriam extintos; na área jornalística foi a mesma coisa. Quando ocorreu a difusão em larga escala de jornalismo eletrônico, em meados de 1995, pensava que o jornal impresso sumiria. Acredito que nunca iremos abolir os impressos, pois são muito mais duráveis e cômodos com relação à leitura; entretanto, só acredito na extinção dos mesmos somente num caso extremo de preservação ambiental. Por falar nesta questão ecológica, é bom lembrar que esse é um dos principais motivos do Jornalismo on-line, pois esse é ecologicamente correto, somando-se assim a velocidade e a atualidade da informação disponibilizada. Outra grande vantagem que esse tipo de meio nos trouxe, são as oportunidades e habilidades do links, ou seja, “é a própria tecnologia hipertextual que permite os elos entre os pontos diversos” (LEÃO, 1999). Com a evolução da Internet para WEB 2.0, que consiste em ter uma rede de construção colaborativa, somada a inclusão digital, tivemos um resultado interessante no que diz respeito a acesso e incremento da informação. Devemos levar em conta que:

No mundo digital o espaço da informação não se limita às dimensões do texto tradicional. Embora tais textos possam ser lidos aleatoriamente, os olhos do leitor possam passear ao acaso, as notas de rodapé e as referências cruzadas permitam e facilitem um estilo de leitura não linear, o texto tradicional se encontra confinado às três dimensões físicas da página que o delimitam. (BONILLA, 2002)

É com esse leque infinito de possibilidades que a WEB trabalha, fazendo com que o usuário (leitor) estabeleça seus interesses e leituras. Por isso o Jornalismo On-line é forte e muitos deles já nasceram somente em meio eletrônico, fugindo do tradicionalismo impresso. Nós bibliotecários devemos estar atentos a isso. Devemos saber as potencialidades de cada um dos suportes e saber que ambos tem prós e contras a serem avaliados no momento de adquirir uma assinatura. Depende de nós perceberemos o que é melhor para nosso usuário e trabalhar para melhor atender a sua demanda de informação.

Lucas Rodrigues

BONILLA, Maria Helena S.. Escola Aprendente: desafios e possibilidades postos no contexto da sociedade do conhecimento. 2002. Tese (Doutorado) – Universidade Federal da Bahia, Faculdade de Educação, Salvador, 2002.

LEÃO, Lucia. O Labirinto da Hipermídia: arquitetura e navegação no ciberespaço. São Paulo, Iluminuras, 1999.

0 comentários:

Postar um comentário