quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Comunidades Virtuais: aldeias de cooperação

Muito se fala na real importância das redes sociais, entre elas o Orkut, Twitter, Facebook e entre outras. Isso tudo é fruto da WEB 2.0 que tem como base a construção colaborativa. Como já comentei em postagens anteriores nesse blog, estas comunidades são o presente e como futuros bibliotecários temos que nos dar conta não somente das vantagens, mas também dos problemas que isso pode nos trazer. A parte interessante é que não falta informação... Entretanto, sobra desinformação, pois não sabemos se o que as pessoas escrevem , postam e etc, é fidedigno. Como a postagem de hoje é direcionada para às Redes Sociais, devemos primeiramente definir algumas coisas. A primeira delas é Rede Social, afinal o que é isso? Rede Social é:

Uma rede social é uma estrutura social composta por pessoas ou organizações, conectadas por um ou vários tipos de relações, que partilham valores e objetivos comuns. Uma das características fundamentais na definição das redes é a sua abertura e porosidade, possibilitando relacionamentos horizontais e não hierárquicos entre os participantes. (WIKIPÉDIA, 2010a)

Baseado nisso que surgem as Comunidades Virtuais, que nada mais são que “uma comunidade que estabelece relações num espaço virtual através de meios de comunicação a distância. Se caracteriza pela aglutinação de um grupo de indivíduos com interesses comuns que trocam experiências e informações no ambiente virtual” (WIKIPÉDIA, 2010b). De fato são essas comunidades que “dominam” o meio eletrônico, e são elas, através de um sistema de cooperação entre pessoas, que as lacunas de conhecimento são supridas. Eu mesmo já recorri essas comunidades, em especial, as do Orkut. Esta é uma “rede social filiada ao Google [...] com o objetivo de ajudar seus membros a conhecer pessoas e manter relacionamentos. Seu nome é originado no projetista chefe, Orkut Büyükkökten, engenheiro turco do Google” (WIKIPÉDIA, 2010c). Enfim, o caso era que eu precisava de orientações de como e onde fazer o download de um vídeo, mas que era difícil encontrar por sua raridade. Fui à busca nas comunidades relacionadas e através dos fóruns de discussão encontrei a resposta. Claro que isso me deixou contente. Acredito que essa seja a resposta para o sucesso: o grande uso e fluxo de informações que lá são encontradas. Hoje em dia as redes sociais investem não somente nessas comunidades, mas também em jogos interativos e diversos aplicativos que mantém a atenção do usuário. Não podemos ignorar que essas comunidades estão aí e vieram para ficar, temos que nos aproveitar disso e extrair o melhor que essas ferramentas podem nos proporcionar.

Lucas Rodrigues

WIKIPÉDIA. Redes Sociais. 2010a. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Rede_social#Comunidades_Virtuais. Acesso em: 23 nov. 2010.

WIKIPÉDIA. Comunidades Virtuais. 2010b. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Comunidade_virtual. Acesso em: 23 nov. 2010.

WIKIPÉDIA. Orkut. 2010c. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Orkut. Acesso em: 23 nov. 2010.

1 comentários:

Leonardo disse...

Estou pelo movimento SPA! Sem Postagens Acadêmicas! XD Prefiro saber da vida pessoal... Afinal, os fãs estão ávidos por informações. By Rita Skeeter (risos)

Beijo,
Léo

Postar um comentário