terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Muitos Amores, Muitas Lições

De fato muita gente sabe que sou namorador. Alcancei um boa marca no que diz respeito a namoros sérios, entretanto isso causa opiniões diferentes nas pessoas. Alguns pensam que, pelo fato de ter namorado muito, isso me torna uma pessoa volátil e sem vínculos. Outros acham que isso só reflete o fato de eu ser querido pelas pessoas, e que assim fica fácil firmar laços mais fortes. A minha forma de enxergar isso, é diferente... Não acredito que tenha namorado tanto por algum motivo específico... Tinha que ser assim... Sou o tipo de pessoa que não "fica", logo, isso explica a quantidade de namoros. No entanto, me doei inteiramente em cada uma das ocasiões, querendo, é claro, que cada um fosse o último namoro. Sempre no que tange a minha responsabilidade, eu cumpri, visando um relacionamento duradouro e com objetivos. Acredito que as pessoas que namorei pouco tem do que reclamar do meu carinho, respeito, fidelidade, sexualidade e afins. Não me sinto uma pessoa ruim por ter conhecido diferentes pessoas, pelo contrário, essas pessoas me fizeram amadurecer e sou o que sou graças a cada lição que aprendi. Continuo aprendendo ainda com quem estou hoje, e espero não deixar de aprender nunca. Sim, eu estou feliz... E, sinceramente, espero continuar assim pela vida toda.

Lucas Rodrigues

2 comentários:

Leonardo disse...

Quem foi que disse essa barbaridade de ti? Isso: "fato de ter namorado muito, isso me torna uma pessoa volátil e sem vínculos"... É bobagem. Nunca conheci ninguém tão dedicado e fiel aos namoros que teve. É digno de admiração! Faz um tempinho que a gente não conversa, mas tenho certeza que isso não mudou em ti. Não dê atenção a quem quer que tenha dito isso. Ok?

Mudando de assunto, olha esse clipe, acho que tu vai gostar, afinal tu gosta tanto do Jesse McCartney quanto eu... (risos)

http://www.youtube.com/watch?v=f08_oznC8sI

Beijo,
Léo

Lucas Rodrigues disse...

:S

Postar um comentário