segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Se Ela Dança, eu Danço

A música e a dança são fundamentais na minha vida. São elas que funcionam como combustível da minha alma, algo semelhante ao amor, só que de forma mais exclusivista. São essas duas as responsáveis por me dar força em momentos de tristeza, por exemplo: quando estou triste, deprimido por algum motivo, a melhor coisa que faço para me animar é ligar o rádio numa música bastante densa (até mesmo dramática) e dançar até a exaustão. Parece que o suor faz com que os sentimentos de dor e rancor sejam postos para foram através dos poros, e no fim eu me sinto mais leve. O mesmo acontece em momentos felizes, mas nesse caso a música e a dança emolduram os bons sentimentos. Hoje venho falar sobre um programa que há muito eu esperava para assistir. “Se Ela Dança, Eu Danço”, exibido no SBT às 20h30min nas quartas-férias, mostra bem isso. Apesar do nome brega e sem criatividade nenhuma, o programa, no bom estilo “Ídolos”, se propõe a escolher o melhor dançarino do país, sob o prêmio de 200 mil reais. Os jurados são bastante exigentes, e isso é bom. Eles são João Wlamir, Lola Melnick e Jarbas Homem. O que me move mais ainda a assistir é que conheço pessoalmente o Jarbas, pois tivemos aula com a mesma professora em Porto Alegre há muitos anos atrás. O programa é envolvente, divertido e traduz bem o sentido da dança e a importância da mesma. Então fica a dica para quem gosta de tudo que é ligado à música e dança, espero que gostem tanto do programa quanto eu.

Lucas Rodrigues

1 comentários:

Leonardo disse...

Eu gosto bastante do programa também... Tirando os "palhaços" que vão lá fazer gracinha, o resto é excelente. Ah! Só para constar, eu também conheço o Jarbas, aliás, do mesmo lugar que tu conhece (risos)... Parece que foi ontem aquela época... Que ano é hoje mesmo (XD).

Beijo,
Léo

Postar um comentário