terça-feira, 26 de abril de 2011

XIII EREBD Sul: quebrando paradigmas

Mais uma vez a Biblioteconomia da UFRGS se aventurou fora dos limites do estado do Rio Grande do Sul. Nosso rumo foi a cidade de Londrina / PR, a “pequena Londres” brasileira. Mesmo depois de quase 18h de viagem e de nossos motoristas se perderem, acabamos nos divertindo bastante. O grupo que foi representando a nossa universidade estava bastante coeso e se esforçou muito em levar um pouco das nossas tradições, como: o chimarrão, a postura, nossos hinos e é claro... Pessoas bonitas! (XD) Claro que entre os banhos de piscina (porque estava muito quente por lá) e as festas de alojamento, íamos as palestras... Mas essa era a parte chata da história. Aproveitamos as compras no shopping, assim como adoramos as bobagens ditas antes, durante e depois da viagem. Todos que foram, deixaram sua marca e foram marcados de alguma forma, são eles: Andressa e Marluce, minhas meninas que sempre estão confirmadas nas bagunças do EREBD; Cainã, o nosso querubim maçônico com piscina da Pucca que logo me sucederá na FABICO; Jéssica, que assim como o Cainã, sucederá a Andressa nas funções Fabicanas; Alberto, nosso grande rapaz tímido; Alexandra, a querida satânica do Bob Esponja; Leandro, o único da Sonserina, mas é como se nunca fosse, uma vez que se tornou um ídolo durante a viagem esbanjando irreverência; Filipe, o integrante perdido da Família Lima que faz cara de Beagle; Flaiane, a doce menina dos cabelos vermelhos; Andressa Balverdu, ou simplesmente a manda-chuva da viagem e uma das que mais lutou pelo evento; Cadu, aquele que comeu o gordinho (XD); Elizabeth, nossa bem-humorada faquir; Fernanda, a mais nova mais velha no curso; Jobson, o menino do Blow; Mariana Boeira, a nossa Miss; Mariana Pahim, que virou minha amiga de infância no último dia; Nicole, a menina do Mini Currrso; Sérgio, nosso Datena/Zacarias com diversas “ibagens”; e por último, mas não menos importante, meu querido missólogo, a nossa nona, minha avó, Vinícius, o Mitto! Essa bagunça vai deixar saudades... Foi um EREBD de quebra de paradigmas, onde a Grifinória bebeu e fez festa, e onde eu saí com uma coroa prateada e saudade no coração. Que venha Florianópolis!

Lucas Rodrigues

1 comentários:

Mitto disse...

Adogooo

Postar um comentário