quinta-feira, 12 de maio de 2011

Proibição das Carroças

Já comentei algumas vezes aqui sobre a crueldade com animais. E é visando diminuir com a mesma que estão pensando em proibir a utilização de carroças nas ruas e avenidas onde há trafego de automóveis. Os protetores dos animais alegam que é estressante para os animais, no caso os cavalos, pois estes suportam o barulho e esforços diários absurdos. Isso sem contar que na maioria dos acidentes entre automóvel/carroça o animal sai mutilado ou morto. Acho bastante interessante esse pensamento, contudo acho complicado “proibir”. Há pessoas que realmente utilizam as carroças como meio de transporte e/ou baseiam seu sustento com isso. Acredito que deva sim ser proibida a circulação dos carroceiros em avenidas de grande movimento, entretanto, se o dono trata o animal com respeito, alimentação adequada e, porque não, com carinho, não há necessidade de proibi-lo. Eu mesmo já sofri acidente de automóvel em função de uma carroça... Sei o quanto é ruim, mas a nossa realidade não é igualitária o bastante para simplesmente impormos uma Lei e privarmos pessoas mais humildes de se locomover ou trabalhar. Nada justifica maus tratos aos animais, apenas tenhamos bom senso.

Lucas Rodrigues

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Osama nas Alturas

Sei que esse assunto já foi falado diversas vezes nessas semanas, mas não podia passar em branco sobre esse assunto. Afinal de contas, os EUA fizeram certo em sua abordagem na ação que culminou com a morte de Osama Bin Laden? Muita gente falou e ninguém chegou a uma conclusão, inclusive acho que nunca vamos chegar. Minha humilde opinião é que agiram de forma correta, inclusive por agir sem a permissão do Governo Paquistanês. Acredito que se fossem pedir autorização, ou qualquer coisa do gênero, o terrorista teria a oportunidade de fugir, uma vez que sempre teve informantes infiltrados. Entretanto, o que me deixou pensativo, foi a reação do povo americano em função da morte de Bin Laden. Mesmo sendo o que ele foi, não consigo conceber que a morte, seja de quem for, seja com comemorada. Bem a verdade acho que todo mundo está errado (¬¬). Fizeram bem em consumir com o corpo do terrorista, mas há aqueles que criticam isso, dizendo que de acordo com a religião deles ele deveria ser enterrado e blá, blá, blá... Ora, isso não se aplicou quando ele explodiu todo mundo no World Trade Center. Sinceramente, acho que o mundo ganha mais com ele morto do que vivo, mas como sempre na história... Um vilão dá lugar a outro. Esperemos para ver qual será o próximo e torcer para que o nosso país não se envolva nessa presepada toda de terrorismo.

Lucas Rodrigues

terça-feira, 10 de maio de 2011

União Estável

Agora gays podem ter uma união estável... Ou seja, praticamente, um casamento. Bom, a maioria das pessoas sabe minha opinião sobre isso. Acho importante, contudo, até certo ponto dispensável. Claro que isso dá mais direitos e proporciona igualdade de forma institucionalizada. A única coisa que me questiono é se todo homossexual visa uma união desse tipo... A resposta é clara: não, nem todos visam isso. Logo, muitos pensam em recriminar aqueles que não seguem essa prerrogativa. Eu não critico. Acredito que todos temos fases. Uns ainda curtem ir às festas e pegar todo mundo; outros estão felizes em sua “solteirisse”; alguns vão aproveitar a lei a constituir família... Isto é: continuamos iguais... Heterossexuais e gays, todos com os mesmos dilemas, controvérsias e tipos de atitudes e atividades. Parabéns aos nossos políticos por isso e espero que continuem nesta linha de pensamento que faz a Constituição efetivamente igualitária. Quanto aos comentários carregados de preconceito e ignorância, que surgiram por parte de religiões, grupos radicais ou pessoas idiotas sem ter o que fazer (especialmente aquelas com um Twitter a disposição), deixo minha piedade por suas mentes tão pequenas, bitoladas e obsoletas.

Lucas Rodrigues