terça-feira, 1 de novembro de 2011

5° Encontro - 18/10 : Palestrante: Alessandra Cantoni

Continuando o ciclo de palestras sobre acesso universal à informação na FABICO e os comentários sobre a Disciplina de Tópicos Avançados em Acessibilidade. A palestrante convidada foi a Alessandra Cantoni que nos falou sobre a educação de cegos, assim como a professora Lizandra Estabel que nos falou sobre as diretrizes da IFLA (International Federation of Library Associations) em bibliotecas para pessoas com necessidades especiais no campo da visão. Na parte inicial, achei bastante interessante sabermos quais são as diretrizes prescritas para as bibliotecas para cegos, especialmente numa época como a que vimemos: a Era da Informação. Contudo, percebemos que nem todo que se deve ter numa biblioteca especial é atendido e é aí que todos reforçam a participação do bibliotecário para que esteja não somente atento, mas comprometido com o funcionamento adequado na unidade de informação. A segunda parte, sinceramente, não me acrescentou muito. A palestrante não comentou especificamente sobre a educação de cegos. Ela somente narrou situações engraçadas que aconteceram com ela pelo fato de ser cega e etc. Falou um pouco sobre como conduzir e oferecer ajuda em algumas situações do dia-a-dia, o que eu já tinha conhecimento, mas é sempre bom relembrar. Foi conversado também que cerca de 80% das pessoas com necessidades especiais, são aquelas que tem algum problema de visão, seja ele parcial ou total. Isso me surpreendeu, pois nunca imaginei que fosse tanto. Acho que isso deve funcionar como um aviso e nos alertar que devemos estar preparados para atender o público especial, em destaque as pessoas cegas.

Lucas Rodrigues

0 comentários:

Postar um comentário