segunda-feira, 26 de março de 2012

Estágio de Paternidade


Todos sabem da minha vontade de constituir família. Um dos maiores motivos de eu querer isso, é a vontade de ter um filho. Nós não sabemos o que vai nos acontecer no futuro e eu não imaginava que eu poderia exercer um pouco da paternidade antes de casar. Acontece que meu tio e tia não tem condições de cuidar dos meus primos: Eduardo (5 anos) e Juliana (3 anos). Logo, eles foram morar comigo e com a minha mãe por tempo indeterminado. Já estão conosco há alguns meses e assim eu pude exercer tudo que já li sobre educação de crianças e programas no estilo "Super Nanny". O que mais me chama a atenção é que o Eduardo é extremamente esperto e aprende tudo muito rápido. Entretanto, hoje venho compartilhar a situação que tive com ele na pracinha próxima de casa. Levei ele para que pudesse se divertir um pouco, enquanto isso fiquei com as mães de outras crianças. Ele brincou, fez amigos, andou em todos os brinquedos, sorria e abanava para mim do alto do escorregador. Me senti muito feliz, e pela primeira vez pude experimentar o que um pai sente. Na hora de ir embora ele me abraçou e disse que adorou tudo, concluindo assim: "Gostaria tanto que tu fosse meu pai..." Isso me encheu os olhos de lágrimas. Definitivamente, quero ser pai!

Lucas Rodrigues

1 comentários:

BIBLIO EVENTOS disse...

Que lindo o teu depoimento Lucas.

Postar um comentário