sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Morte do Tatu-Bola


Impossível não me pronunciar com relação à destruição mascote da Copa que estava no Largo Glênio Peres em Porto Alegre. Para quem não sabe, mais de 200 manifestantes entraram em confronto com a polícia na noite de ontem (04/10), furando o boneco inflável do Tatu-bola e resultando em feridos de ambos os lados e viaturas depredadas. Minha opinião sobre isso vocês já devem imaginar. Sou contra qualquer tipo de protesto, especialmente estes que envolvem violência e depredação. A pergunta que eu faço a quem fez a “manifestação” é: Mudou alguma coisa? Estragar o boneco, que era diversão de crianças e que promovia a Copa na nossa cidade, resolveu algo? Pessoas que apoiam essa atitude dos manifestantes alegam que era uma manifestação pacífica e etc... Por favor, ninguém acredita nisso! Nem vocês mesmos. É o mesmo tipo de manifestação “pacífica” que destruiu o Relógio dos 500 anos, quem lembra? O que me surpreende é que esses manifestantes criticam a ocupação do espaço público por empresas privadas, chegam a dizer que isso ameaça a democracia... Gente, era só um boneco e que sairia dali logo em seguida. Para mim, ameaça à democracia é um grupo de poucos (digo poucos, pois a destruição do boneco era vontade de uma minoria em Porto Alegre) ocuparem a praça e fazerem a SUA VONTADE. Entendam que a população não apoia ações eleitoreiras, truculentas, violentas e que depredam espaços, sejam eles públicos ou privados. De fato, estes “estudantes” fazem isso para se sentirem mais úteis na sociedade, como transformadores/revolucionários... Isso é muito bonito, quase compreensível, mas hoje em dia há maneiras mais efetivas e mais coerentes de expor e seguir ideias e ideais. Parem de achar que estamos na década de 60, e ao invés de anularem seus votos nesse fim de semana, votem conscientes... “Não há candidatos honestos e blá, blá, blá” – Então, meus caros comunistas de sofá, candidatem-se, afinal vocês devem ser as únicas pessoas corretas na face da terra, o país/estado/cidade precisa de vocês (¬¬).

Lucas Rodrigues 

0 comentários:

Postar um comentário