sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Fim do Mundo


Não se fala em outra coisa nessa última semana: o Fim do Mundo. De acordo com algumas pessoas, o apocalipse acontece hoje às 21h, devido ao fim de um ciclo proposto pelo calendário Maia. Muitos acreditam nisso em função do alinhamento dos planetas e o Sol. Documentários se repetem na TV, revelando os motivos para o mundo acabar e o que os crentes nesse evento estão fazendo para se proteger. É fato que a maioria dos historiadores e entendedores da cultura Maia não credita nada do que falam em relação ao fim dos tempos. Eles afirmam que o calendário e os escritos afirmam unicamente que é o fim de um ciclo, apenas isso, não há nada relacionado ao fim do mundo. Eu não acredito que nada acontece hoje, e se um dia acontecer, ocorrerá num dia inesperado. Isto é o que venho suscitar discussão: o destaque que isso tem e os efeitos que provocam nas pessoas. Digo isso, pois a Imprensa dá uma cobertura massiva (o que não é completamente errado), contudo, existem pessoas realmente alarmadas com isso. Como todos sabem, eu tenho crianças em idade pré-escolar em casa e ontem percebi um deles chorando. Quando fui perguntar porquê, ele comentou que estava com medo do fim do mundo, de morrer e de tudo mais que ele viu em noticiários na TV: coisas como andas gigantes, labaredas solares sobre a Terra, Cavaleiros do Apocalipse e etc. Tive que conversar e explicar um porção de coisas até acalmá-lo. A maioria das pessoas não acredita, mas eu fico pensando nas pessoas que não tem essa “barreira crítica”, como crianças, idosos, pessoas com menos educação, que consideram verdade tudo aquilo que veem na TV, na Internet, no jornal e no rádio. E isso também se reflete em outros assuntos da sociedade. Devemos ser mais críticos e menos crentes em tudo que temos contato, especialmente numa era de excesso de informação e de desinformação. Aproveitem que mundo não acaba hoje e aprendam a aperfeiçoem criticidade. Também aguardem o próximo “Apocalipse” que já data também e será em 2016. Até lá, se divirtam assistindo The Walking Dead, pois esse é o mais próximo disso que vocês terão.

Lucas Rodrigues

0 comentários:

Postar um comentário