segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Natal dos Descrentes


E mais uma vez é Natal! Época linda, minha favorita no ano para falar a verdade. Principalmente, Natal é período de reflexão, onde as pessoas fazem uma espécie de “resumo” do que passaram no ano (ou talvez, no que passaram durante a vida). É comum pessoas criticarem as festividades alegando que Natal é mais uma festa criada pelo Capitalismo a vim de fazerem as pessoas comprarem e consumirem mais... Talvez seja isso mesmo. Contudo, duvido que essas mesmas pessoas fiquem infelizes ao receberem seus presentes à meia-noite. Acho uma hipocrisia sem tamanho! Todos nós gostamos de ganhar presentes, todos nós gostamos de sentarmo-nos à mesa junto à família, nem que seja para dividir o pouco que se tem. Sim, muitas pessoas sentem por aqueles que talvez não tenham o que compartilhar ou presentear essa noite e é aí que exercemos a solidariedade, a caridade, pelo menos essa vez no ano. Descrentes dirão: “Do que adianta ser solidário durante o Natal? É necessário ser assim o ano todo!” E eu concordo! Todavia, as mesmas pessoas que dizem isso podem nunca ter ajudado ou simplesmente alegam não ter tempo para algo assim. Eu mesmo não ajudo o quanto gostaria, mas não faço esse tipo de discurso demagógico. Acredito, em meu otimismo, que antes as pessoas serem solidarias uma vez no ano, do que não serem em momento algum. Temos que nos dar conta que talvez, mesmo uma data voltada para o consumo, faça as pessoas serem mais solidárias, reflexivas, mas crentes em futuro melhor... Mesmo que seja por um dia. Digo isso, pois independentemente do Deus que se acredita, todos eles pregam amor e compaixão. Acreditar no Espírito de Natal e fazer o bem é mais que uma tradição, é uma necessidade. Feliz Natal a todos!

Lucas Rodrigues

0 comentários:

Postar um comentário