sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Saudades da Infância

Nostalgia é algo que muitas pessoas sentem ao olharem para o passado e perceberem o quanto eram felizes; muitas vezes, sem ter metade daquilo que tem hoje em dia. Sofro desse mal, pois sinto que no passado os dias pareciam mais longos, as risadas eram as melhores, os dias não pareciam tão quentes (e insuportáveis como hoje - ¬¬)... Talvez seja porque crianças não tem obrigações tão rígidas como as dos adultos. Refleti sobre isso essa semana, e postei fotos minhas junto com colegas do Jardim de Infância (em 1992). Fazer isso fez com que mergulhasse num universo perdido há mais de 20 anos atrás e isso é um pouco desconfortável, pois percebi o quanto as coisas mudaram e o quanto envelheci neste tempo que passou. Cada um desses colegas seguiu sua vida: cresceu, namorou, casou, teve filhos, estudou, viajou, trabalhou... Ou seja, seguiu o rumo da vida. É uma ótima experiência esse retorno e olhar com carinho as lembranças. Acredito que muito do que somos hoje, se deve em parte a cada lembrança que tivemos. Saudades dos vizinhos, das tardes com jogos de vídeo game, das amizades que nunca teriam fim, ou talvez, dos fins de semana intermináveis à beira da piscina brincando... Intermináveis que terminaram... Recordações de uma época sem retorno. Agora cabe a nós, pessoas maduras de quase 30 anos, dizer: “As crianças de hoje não são como as de antes... Porque no meu tempo...” E de repente são mais 20 anos passando, e nós, já com nossos filhos, nem perceberemos que mais um Natal está aí, acompanhado de mais um Ano Novo, trazendo a carga nostálgica dos anos dourados que não voltam mais.

Lucas Rodrigues

0 comentários:

Postar um comentário