segunda-feira, 1 de abril de 2013

Esperança


Vocês já estão acostumados aos meus comentários referentes a leituras que faço, especialmente quando se tratam de livros do meu gosto. Hoje venho falar do terceiro volume dos Jogos Vorazes: Esperança (Mockingjay) de Suzanne Collins. Aqui no blog eu já comentei os excelentes antecessores deste que, em minha opinião, deixa um pouco a desejar. A história continua boa, trazendo Katniss Everdeen (que não me convenceu como personagem principal) e Peeta Mellark (que poderia ser o protagonista principal facilmente) num mundo em guerra, após a sobrevivência deles em dois Jogos Vorazes subsequentes e a destruição do Distrito 12. A luta deles contra a Capital é um pouco maçante e o fim do livro se salva nas últimas três folhas. Eu achei bastante previsível grande parte do livro, especialmente por entender bem o gênero infanto-juvenil, no qual eu escrevo também. Algumas mortes me surpreenderam, mas mesmo assim a história parece ter sido escrita por outra pessoa. Representou-me que a história dos Jogos Vorazes foi esticada para caber em três volumes o que prejudicou a excelente narração de Suzanne Collins. No mais, a leitura é boa e é possível aproveitar e se manter preso esperando uma reviravolta, que na verdade não ocorre. Sugiro a leitura, mesmo havendo erros de digitação (de nomes de personagens - pasmem) no livro. De qualquer forma, a autora está de parabéns por nos dar uma história tão rica, contudo, nunca será tão rica quanto os universos de C. S. Lewis ou J. R. R. Tolkien.

Lucas Rodrigues